RSS Feed

Dakar 2010


Vamos a 11 de Janeiro e só agora reparamos que aquilo-a-que-uma-vez-chamaram-dakar-por-acabar-em-dakar-e-agora-é-em-buenos aires está na estrada. Houve mudança nas regras e o bandeiras conseguiu apurar algumas das alterações mais fofinhas.

Elegendo um top 3 sem qualquer ordem especifica, arrancamos com:

– Os motociclistas estão proibidos de mudar de pneus durante a etapa. Esta regra faz bastante sentido se pensarmos que é extremamente dificil de levar um pneu suplente na mota, quanto mais dois. Aliás, segundo as regras de segurança, é muito mais seguro passar dunas com a mota à mão, não vá o diabo tece-las e acabar-se a mandar um salto de 15 metros.

– No final do dia, em vez de tendas com colchões e sacos cama têm agora direito a hotéis com caminhas e almofadas de penas para poderem descansar bem os ossinhos e programarem a etapa do dia seguinte ora no jacuzzi ora na sauna, mostrando a dureza de que são feitos (os pilotos). O Bandeiras pergunta-se como é que ainda ninguém tinha pensado em fazer um hotel no coração do Sahara.

– O vencedor será aquele que conseguir chegar ao fim e não o mais rápido ao longo da prova. Parecendo uma regra lógica, esta é a que mais confusão pode causar à cabeça do leitor, pois, normalmente, não se quer apenas um finalista. Neste rally, que vai a meio, e já conta com 34% de desistências, podemos prever que o vencedor poderá muito bem vir a ser o Carlos Sousa, que de momento se encontra a 3h30m do lider.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: