RSS Feed

Raul Solnado


Há pessoas que nos deixam na mágoa de não mais os voltarmos a ver. Se por um lado encontraram descanso desta vida, que é sempre curta, por outro, deixam-nos gravados momentos que são referência para o mundo. Raul Solnado deixou uma vasta obra de humor, ficção e de música. Corajoso e à frente do seu tempo, soube escrever em glória, o tormento de viver ligado ao mundo do espectáculo, que de tão arrebatador, se torna num dom que Solnado exibia humildemente. “Ainda hoje não percebo como faço as pessoas rir” – dizia. 

As suas aparições públicas deixaram de ser frequentes. Deixamos de ver Raul como era habitual. A sua condição física viria a agravar-se de dia para dia. Hoje, a 8 de Agosto de 2009, podemos sorrir e chorar, sempre de coração aberto, como ele sempre quis que fosse. O Bandeiras Despregadas, no curto início de vida, agradece os bafos de inspiração que sempre nos surgem quando olhamos para a pessoa que é Solnado. Porque todos somos obrigados a deixar esta vida com uma obra feita. A de Solnado viverá para sempre. Obrigado Raul.

Hoje as nossas bandeiras ficam a meia-haste. Paz.

– Equipa Bandeiras Despregadas –

2 responses »

  1. Um grande talento que se eclipsou, uma grande mente que não volta mais. :´( andam a cair como moscas, qq dia ficamos sozinhos, à deriva…

    Grande Solnado, os que gostam de gargalhar (e fazer gargalhar) te saúdam!

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: